55092-3

Homem cobriu o rosto após depoimento à polícia | Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Um homem de 54 anos foi encaminhado à delegacia neste sábado (15), em Feira de Santana, após denúncia de injúria racial contra um frentista. A vítima diz que foi xingada e chamada de “preto” durante um desentendimento no posto de combustíveis onde trabalha após um acidente de trânsito. O frentista José Souza dos Santos, de 31 anos, contou que houve uma batida entre um carro e caminhão em frente ao posto onde trabalha e a dona do veículo ficou muito nervosa e pediu para estacionar na área do estabelecimento. Mesmo com a restrição, o funcionário autorizou. Quando o marido da condutora envolvida no acidente chegou, o frentista informou que ele teria de retirar o carro do local porque estava impedindo a entrada de clientes. Segundo o frentista, o pedido irritou o homem, que o agrediu verbalmente com xingamentos, ofensas e o chamando de “preto”. O homem foi conduzido ao complexo policial de Feira de Santana, onde colegas do frentista também prestaram depoimento confirmando a agressão verbal. O suspeito foi ouvido a portas fechadas e escondeu o rosto com um paletó. Na delegacia, ele não quis falar com a imprensa sobre o assunto. Informações do G1.