Do G1 BA
homem_bomba_03

Frank Oliveira da Costa, de 36 anos, ameçou explodir bomba na OAB | Foto: Alberto Maraux

Após ameaçar explodir bomba durante a prova da OAB na Bahia, o candidato Frank Oliveira Costa, de 36 anos, foi eliminado do Exame da Ordem e não irá participar da avaliação que foi remarcada para o dia 14 de agosto. As provas, que seriam realizadas no domingo (24), foram canceladas após o rapaz usar balas de gengibre presas ao corpo sob a alegação de que eram explosivos. A situação gerou pânico e correria entre 3.400 participantes. Conforme a OAB, Frank foi eliminado por “comportamento indevido”, irregularidade que estaria prevista no edital das provas e que pode resultar na exclusão do participante. O advogado do candidato, Marcos Melo, disse ainda que não foi informado oficialmente sobre a decisão. Entretanto, destacou que o edital é dúbio ao prever a exclusão neste tipo de caso. “O edital diz que o candidato vai ser eliminado [se o comportamento indevido for registrado] durante a prova”, destaca. Como a situação foi iniciada antes da entrega dos exames, ele diz que fica exposta uma questão de interpretação que cabe questionamento. “Caso ele queira participar, após conversar com a família, a gente vai buscar o Judiciário”, revelou.