Bruno

Dois menores que participaram do crime foram julgados pela 2ª Vara da Infância e Juventude | Foto: Reprodução/A Tarde

Cerca de um depois do crime que chocou a capital baiana, Bruno Souza dos Santos, o Zóião, 22 anos, foi condenado a 26 anos de prisão, pelos crimes de extorsão contra a juíza E. S. e a promotora de justiça L. F., que também foi estuprada. O crime aconteceu no dia 15 de novembro de 2012, quando as vítimas foram abordadas ao estacionar na porta de um bar, na rua Amazonas, Pituba. Segundo a sentença da juíza Sílvia Lúcia Bonifácio Andrade Carvalho, da 6ª Vara Criminal de Salvador, a condenação do acusado corresponde a nove anos e quatro meses são decorrentes do crime de extorsão e 16 anos e oito meses, do crime de estupro. Dois adolescentes de 16 e 17 anos, também foram julgados pela 2ª Vara da Infância e Juventude e cumprem atividades socioeducativas. Com informações do Bahia Alerta.