13081827_253565244993907_427769070_n - Cópia

Operação conjunta foi realizada por agentes da PRF e do Ibama | Foto: RedePereira Manchete

Uma operação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apreendeu nesta sexta-feira (22), em Santaluz, dezenas de gaiolas que estavam sendo usadas para criar pássaros silvestres ilegalmente. As aves foram soltas. De acordo com informações preliminares da Divisão Técnica (Ditec) do Ibama, responsável pela ação, a operação de rotina tem o objetivo de fiscalizar o transporte irregular de madeira e animais silvestres.

13081650_253565308327234_1264705242_n - Cópia

Dezenas de gaiolas foram apreendidas durante a operação | Foto: RedePereira Manchete

Durante todo o dia, a equipe esteve em diversos pontos na sede de Santaluz, e em várias localidades da zona rural, como os povoados de Mucambinho, Nova Campina, Barreirinho, Boa Esperança, entre outros. Os agentes também estiveram no distrito de Riacho da Onça, localizado no limite entre Santaluz e Queimadas. Vale ressaltar que quem for flagrado criando animal silvestre  sem autorização pode ser autuado no artigo 29 da lei 9.605/98, com pena prevista de detenção de seis meses a um ano, além de multas que podem variar de R$ 500 a R$ 5 mil dependendo se o pássaro silvestre está ou não na relação dos animais ameaçados de extinção.

Redação Notícias de Santaluz