xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.7LmFnrAQfL

Foto: Micaelle Morais/G1

A Igreja Católica Brasileira (ICAB) suspendeu da ordem o Bispo Chanceler da diocese de Maceió Dom Fernando Pugliese, que realizou o primeiro casamento homoafetivo com benção católica em Alagoas na última sexta-feira (23). A decisão foi anunciada através de um comunicado oficial no site da instituição dissidente da Igreja Católica Apostólica Romana. Com a suspensão, Pugliese não poderá realizar mais nenhum sacramento em nome da Igreja Católica Brasileira, segundo informações do G1. Apesar da punição, o bispo diz que se mantém firme sobre o assunto. Em nota, a ICAB informou que “não é contrária às conquistas na sociedade pela igualdade e isonomia entre as pessoas […] Todavia, a Igreja Católica Apostólica Brasileira […]prioriza o entendimento Bíblico e a Tradição Cristã. Sacramentalmente, para a Igreja Católica Apostólica Brasileira, segundo seu Código Eclesiástico, matrimonio como Graça de Deus, somente pode ser celebrado entre Homem e Mulher”.