policialalagoinhas

Polícia Civil pediu à Justiça a prisão de dois traficantes de drogas por morte de PM.

Dois traficantes de drogas foram identificados como responsáveis pela morte do policial militar Anderson Reis Pinheiro, na cidade de Alagoinhas, segundo informações da Polícia Civil obtidas pelo G1 nesta quinta-feira (29). De acordo com a polícia, as prisões foram solicitadas à Justiça. Investigação inicial aponta que o alvo dos criminosos era dois adolescentes, que supostamente têm envolvimento com o tráfico, e não o soldado, que passava de bicicleta à paisana, na Praça Santa Isabel, no bairro Sobocó, quando foi atingido. O crime aconteceu na noite de quarta-feira (29), na Rua Primeiro de Janeiro. De acordo com o G1, nenhum objeto pessoal do soldado foi roubado e a polícia não acredita em execução. Os dois adolescentes foram baleados na perna, foram socorridos e não correm risco de morte. Tanto eles quanto os autores do crime estavam em motocicletas. Nenhum foi localizado até o momento. A vítima era lotada na Companhia Independente de Policiamento Especializado/Litoral Norte (CIPE/LN) e será sepultada às 16h desta quinta-feira (29), no Cemitério do Calú, localizado em Alagoinhas. Anderson Reis estava de folga e tentou entrar num bar, depois de ser baleado, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.