Share Button

Por Estadão Conteúdo

O ex-subsecretário da Receita Municipal da prefeitura de São Paulo Ronilson Bezerra Rodrigues é detido por envolvimento no esquema | Foto: Jorge Araujo/Folhapress

O ex-subsecretário da Receita Municipal da prefeitura de São Paulo, Ronilson Bezerra Rodrigues, também foi condenado e está foragido | Foto: Jorge Araujo/Folhapress

O empresário Marco Aurélio Garcia, irmão do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), teve a prisão decretada na última terça-feira (29), e é considerado foragido pela Justiça de São Paulo. O Ministério Público Estadual tem informações de que Garcia teria fugido do País e, por isso acionou a Interpol. Garcia foi condenado em segunda instância a 16 anos de prisão, em regime fechado, por seu envolvimento com a Máfia do Imposto Sobre Serviços (ISS), uma quadrilha de ex-fiscais da Secretaria Municipal da Fazenda da capital paulista que cobrava propina para auxiliar as grandes incorporadoras imobiliárias da cidade a sonegar impostos, que agiu durante a gestão Gilberto Kassab (PSD). O ex-subsecretário da Receita Municipal, Ronilson Bezerra Rodrigues, e o ex-fiscal Fabio Remesso, também foram condenados e estão foragidos. As prisões foram determinadas pelo juiz Carlos Alberto Corrêa de Almeida Oliveira, da 25ª Vara Criminal da capital. O acórdão do caso foi publicado na última terça, data em que a Justiça emitiu os mandados de prisão. Entretanto, a Polícia Civil de São Paulo, agora sob comando do governador João Doria (PSDB), não conseguiu localizar o irmão do vice-governador.