Share Button

Por RPC Ponta Grossa

Genilton e Jailson Rodrigues eram irmãos gêmeos e tinham 47 anos | Foto: Arquivo pessoal

Os irmãos gêmeos Genilton e Jailson Rodrigues, de 47 anos, morreram por causa da Covid-19 em um intervalo de dois dias, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Eles não possuíam nenhuma comorbidade, segundo a família. Genilton Rodrigues foi o primeiro irmão a ser internado pela doença. Ele era empresário e dono de um mercado e de uma padaria. O empresário foi hospitalizado no dia 14 de fevereiro, em Ponta Grossa. Quase um mês depois, na madrugada de sábado (13), o homem não resistiu às complicações causadas pela doença. Segundo a família, Genilton era casado e tinha três filhos, sendo duas gêmeas de 17 anos e um menino de 16 anos. O irmão dele, Jailson Rodrigues, foi internado no dia 21 de fevereiro, uma semana após Genilton. A morte foi confirmada na madrugada de segunda-feira (15). Jailson era trabalhador autônomo do setor do saneamento. Segundo a família, ele não tinha plano de saúde e não havia leito hospitalar disponível quando ele adoeceu. Diante da situação, familiares de Jailson resolveram interná-lo em um hospital particular, o mesmo onde estava o irmão dele. Segundo a família, os gastos com a hospitalização foram de R$ 110 mil.