Ao deixarem o PSB, os irmãos Ciro e Cid Gomes levaram com eles 340 membros da legenda no Ceará. A carta de desfiliação foi entregue nesta sexta-feira (27) pelo presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, José Albuquerque (ex-PSB), ao governador de Pernambuco Eduardo Campos, presidente nacional da legenda. Segundo a Folha de S. Paulo, a conversa entre os dois, na sede provisória do governo pernambucano, durou aproximadamente 40 minutos. Ambos não falaram com a imprensa, após o diálogo. Além do governador do Ceará, saíram do PSB quatro deputados federais, nove deputados estaduais, 38 prefeitos – inclusive o de Fortaleza, Roberto Cláudio – e 287 vereadores. Segundo o presidente da Assembleia cearense, o grupo dissidente recebeu convites do PDT, PCdoB, PSD, PP e do recém-criado Pros. Uma nova comissão provisória deverá ser nomeada “em breve” para assumir o diretório cearense do PSB, de acordo com Campos. (BN)