Fogo e revolta na BA-368 entre Jacobina e Lages do Batata
O vice-governador do Estado da Bahia e secretário de Infra-estrutura, Otto Alencar, prometeu aos manifestantes o início das obras de recapeamento asfáltico da BA-368, ligando Jacobina a Lages do Batata, já na próxima segunda-feira. Os manifestantes aceitaram a promessa do governo estadual, mas poderão voltar a bloquear a estrada caso a obra não tenha início. Após dois dias de bloqueio, a via foi liberada hoje para o tráfego de veículos. As obras, segundo André Serravale, diretor do escritório local do Derba, estarão concluídas em 45 dias.
O abandono da estrada se deve a um verdadeiro imbróglio criado, pois a estrada era BR, foi estadualizada e agora poderá ser federalizada, passando novamente à condição de BR-324. Mas não é só esse trecho que apresenta problema na região. A BR-324 está intransitável entre o povoado do Paraíso, em Jacobina, até a cidade de Capim Grosso, com muitos buracos e irregularidades. Como o governador Jaques Wagner só vem à região de Jacobina de avião, com certeza ele não foi apresentado ainda aos tantos buracos e crateras que fazem parte do sofrido dia-a-dia dos condutores de veículos que se arriscam pela BR-324 e BA-368. Uma coisa é certa: quando o povo reage e vai às ruas, os políticos e gestores públicos resolvem trabalhar. Já o famigerado IPVA e outros tributos obrigatórios são recolhidos religiosamente pelas vítimas: os condutores de veículos.  (Jacobina News)