Share Button
Foto: Lula Marques/ Agência PT

Foto: Lula Marques/ Agência PT

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fez um novo pedido de prisão contra o senador Aécio Neves nesta segunda-feira (31). Janot também solicitou o afastamento do mandato de Senador. De acordo com o Uol, a PGR requisita que o pedido de prisão de Aécio e de seu afastamento como senador seja levado à pauta da Primeira Turma do do Supremo Tribunal Federal (STF), à qual pertence o ministro Marco Aurélio Mello – relator do caso na Corte -, e que em último caso Aécio seja monitorado por tornozeleira eletrônica. O primeiro pedido de prisão contra Aécio foi negado no final de junho em decisão monocrática do ministro Marco Aurélio Mello, STF. Segundo informações do jornal O Globo, outro pedido de prisão feito por Janot contra o senador deve ser julgado pelo plenário do STF em agosto. As investigações da PGR apontam que Aécio e sua irmã, Andrea Neves, teriam pedido R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, sócio do grupo JBS, para supostamente pagar advogados de defesa.