O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, mesmo convidado pela Presidência da República para a cerimônia de boas-vindas ao papa Francisco, deixou a presidente Dilma Rousseff “no vácuo” durante a cerimônia nesta segunda-feira (22), no Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro. Ao subir no palanque onde discursaram os dois chefes de Estado, o ministro cumprimentou o Santo Padre, mas passou direto e não estendeu a mão para cumprimentar a petista. Ao ser questionada pelos repórteres que estavam no local, a assessoria do presidente do STF fez questão de negar qualquer rusga entre Barbosa e Dilma, alegando que ambos se encontraram, com direito a cumprimentos, pouco antes, em sala reservada. A alegação é de que, provavelmente, Barbosa achou que não necessário cumprimentar Dilma novamente. (BN)