Ex-deputado Roberto Jefferson pergunta aos policiais se sua ordem de prisão já havia chegado | Foto: Marcelo Carnaval / Agência O Globo

Desde o início da madrugada deste sábado, a Polícia Federal espera o ex-deputado Roberto Jefferson na porta de sua casa, na cidade de Levy Gasparian, no interior do Rio de Janeiro. Segundo informações da Folha de São Paulo, quatro policiais foram para o local após o Supremo Tribunal Federal (STF), determinar sua prisão. O presidente licenciado do PTB foi condenado no processo no mensalão a sete anos e 14 dias de prisão em regime semiaberto e seu pedido de cumprir a pena em prisão domiciliar, por conta de seu estado de saúde, foi negado. Ainda de acordo com a Folha, os policiais aguardam em uma Mitsubishi Pajero preta, estão sem o mandado de prisão em mãos. Jefferson afirmou a polícia, por volta das 0h, que vai se entregar e que a PF pode imprimir o mandado em sua casa. Ele está acompanhado da mulher, de três filhos e de um genro. Por volta das 6h45 deste sábado, além de policiais, jornalistas estão na frente da residência. Quando se entregar, Jefferson será encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá, centro do Rio.