Lembra do jovem atleta do Bahia Ivan da Assunção da Cruz Filho? Pois é, nem eu! Contratado pelo clube no dia 25 de fevereiro, o jogador teve o contrato rescindido após ficar sete meses no Fazendão e nunca ter entrado em campo com a camisa do tricolor. Segundo a coluna Bate-Pronto, do jornal Correio, o atleta teria sido contratado pelo clube apenas como uma “ajuda” do ex-presidente Marcelo Guimarães Filho para o seu amigo íntimo Ivan da Assunção da Cruz, pai do atleta. O jogador “fantasma” recebia R$ 1,3 mil por mês do clube. (Metro1)