Reprodução, em inglês, da notícia veiculada pelo Daily Mail. (Reprodução/Daily Mail)

A morte da família de um casal de PMs em São Paulo ganhou repercussão internacional ao longo da semana. Em sua versão online o jornal britânico Daily Mail afirma, nesta quinta-feira (8), que Marcelo Pesseghini, principal suspeito do crime, filho de Andreia Regina Bovo Pesseghini e Luis Marcelo Pesseghini, foi vítima de uma armação.

De acordo com a polícia militar, uma das hipóteses mais trabalhadas é a de que Marcelo matou os pais, a avó e a tia-avó para depois se suicidar. O jornal britânico, porém, destaca que Andreia Pesseghini recentemente havia denunciado colegas policiais por participação em roubos a caixas eletrônicos.

De acordo com o jornal inglês, “a polícia de São Paulo é amplamente vista como uma das mais corruptas do mundo e nos anos recentes policiais se envolveram em vários escândalos”, fator que pode fazer de Marcelo vítima de uma armação para encobrir uma suposta queima de arquivo.

Testemunha diz ter visto PM pular muro de casa antes de crime ser notificado

Uma vizinha disse ter visto duas pessoas — entre elas, um policial militar fardado — pularem o muro da casa do casal de PMs Andreia Bovo Pesseghini e Luís Eduardo Pesseghini, por volta das 12h de segunda-feira (5), e comentarem que a família estava morta. 

— Ele falava que ele entrou na casa e viu todo mundo morto. E saiu. Só que daí, eles saíam e não veio ninguém. Só às sete horas da noite que veio aparecer alguém. Segundo a polícia, a corporação só foi notificada após as 18h de segunda-feira. (Yahoo/R7)