IMAGEM_NOTICIA_5 (2)

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

A Justiça Federal determinou o bloqueio de R$ 500 milhões da Samarco e suas controladoras, Vale e BHP Billiton. De acordo com a Agência Brasil, o bloqueio tem como objetivo assegurar a recuperação do meio ambiente e da área urbana do município de Barra Longa (MG), um dos mais atingidos pelo rompimento da barragem da Samarco, em Mariana (MG), em novembro do ano passado. As empresas ainda deverão apresentar, em até 30 dias, projetos para  recuperar, em seis meses, os bens públicos e de infraestrutura danificados na cidade. Entre os prejuízos causados estão a destruição do distrito de Gesteira e de equipamentos públicos, obras de infraestrutura, redes de saneamento e de abastecimento de água e escolas.