A partir desta segunda-feira (5) os advogados que quiserem entrar com novo processo na Justiça do Trabalho, em todas as Varas do Trabalho da Capital, poderão contar com o sistema de Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT), que funciona pela internet no endereço www.trt5.jus.br.  A mudança tem como objetivo acabar com o uso do papel nas novas ações trabalhistas. São 25 tribunais do trabalho, incluindo o TST, operando com o sistema, que vai gerar, de acordo com cálculos de especialistas, uma economia de pelo menos 50 mil processos em papel nas estantes e mesas do Fórum de Salvador.

De janeiro a dezembro de 2012, a 1ª instância da capital recebeu mais de 48 mil ações trabalhistas. Uma vez que cada processo tem em média 200 páginas, com o PJe-JT economiza-se cerca de 9,6 milhões de folhas de papel, ou cerca de 133 árvores (uma árvore produz mais ou menos 71.745 mil folhas de papel). “Com menos processos em papel, as varas ganharão mais espaço e as necessidades de transporte também acabam. (Correio)