Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O cartório eleitoral de Santaluz, na região sisaleira da Bahia, está realizando o cadastramento biométrico dos eleitores da cidade. O atendimento na unidade é de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, no Fórum Desembargador José Maciel dos Santos. A medida vale para cerca de 18 mil pessoas que ainda precisam registrar as impressões digitais no banco de dados da Justiça Eleitoral, o que equivale a mais da metade do eleitorado do município.

O processo ainda não é obrigatório, mas o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia alerta que só poderá votar nas Eleições 2020 quem já tiver a identificação biométrica. Portanto, todos os eleitores do município, inclusive aqueles cujo voto é facultativo (analfabetos, eleitores com idade entre 16 e 18 e os maiores de 70 anos), mas que queiram continuar a exercer o direito ao voto devem fazer o cadastramento biométrico.

Quem não fizer terá o título cancelado e, além de ficar impedido de votar, não poderá obter passaporte, ser empossado em cargo público ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. A irregularidade também pode gerar dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa.

Documentos necessários
Para fazer o cadastramento biométrico, basta comparecer ao cartório eleitoral e apresentar original e cópia de documento de identificação e de comprovante de residência recente (emitido há, no máximo, 3 meses). Caso o comprovante de residência esteja no nome de algum parente, é necessário comprovar o parentesco por documento (original e cópia).

Mais informações podem ser obtidas no telefone (75) 3265-2420.

Notícias de Santaluz