Estadão Conteúdo
vitima-de-estupro-coletivo-em-entrevista-para-o-fantastico-1464607348978_615x300

“Tentaram me incriminar, como se eu tivesse culpa por ser estuprada”, disse vítima | Foto: Reprodução/TV Globo

O programa “Bom Dia Rio”, da TV Globo, informou na manhã desta segunda-feira (30) que o laudo da perícia sobre o caso do estupro coletivo a uma menina de 16 anos, ocorrido na zona oeste do Rio, não apontou indícios de violência. Segundo a reportagem, o resultado ocorreu por causa da demora da vítima em fazer o registro na polícia e o exame de corpo de delito. O exame foi realizado no dia 25 de maio, quatro dias após o crime. O laudo será divulgado na tarde de hoje pela Polícia Civil. Desde a madrugada desta segunda-feira, a Polícia Civil realiza buscas para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra seis acusados de participar do estupro coletivo, no Morro do Barão, na Praça Seca, zona oeste do Rio de Janeiro. A ação é coordenada pela delegada Cristiana Onorato, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), pelo diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada, Ronaldo de Oliveira.