Share Button
Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados

Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (14) mandados de busca e apreensão contra o deputado federal Paulinho da Força (Solidariedade-SP). A ação acontece no âmbito da Lava Jato e investiga suposto crime eleitoral cometido pelo parlamentar. Batizada de “Dark Side”, esta é primeira fase da operação junto à Justiça Eleitoral de São Paulo.

A sede da Força Sindical, no bairro da Liberdade, o apartamento do deputado na capital paulista e o gabinete dele em Brasília são alvos de buscas, segundo o G1. São cumpridos sete mandados de busca e apreensão em SP e no DF, além do bloqueio judicial de contas bancárias e imóveis dos investigados, determinados pela 1ª Zona Eleitoral de São Paulo.

A ação desta terça é fruto de inquérito policial encaminhado à Justiça Eleitoral em meados e 2019, após delação premiada de acionistas e executivos do grupo J&F.

Ainda de acordo com a publicação, a operação acontece após o Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmar o entendimento de que a Justiça Eleitoral tem competência para processar crimes conexos aos crimes eleitorais.