O governo não descarta fazer os trechos via obra pública.

O governo não descarta fazer o trecho via obra pública.

O ministro dos Transportes, César Borges, afirmou, ontem, que o governo vai adiar para 2014 o leilão de quatro lotes de rodovias que fazem parte do Programa de Investimentos em Logística (PIL). São eles: BR-101 (BA), BR-116 (MG), BR-153 (GO/TO) e BR-262 (ES-MG). Os estudos desses lotes sofrerão ajustes e poderão ser alterados. 

Pedágio na BR-101, na Bahia, custará até R$ 12,00

O governo federal vai duplicar, com recursos públicos, 682,6 km de rodovias para os consórcios que vencerem os leilões de concessão. Assim, em três dos nove lotes que serão oferecidos à iniciativa privada, a duplicação não será toda bancada pelas empresas. O objetivo da medida é baratear tarifas de pedágio. Ainda assim, os editais preveem praças onde o usuário desembolsará até R$ 12, como é o caso de um ponto na BR-101, na Bahia. 

Com informações do Correio e ATarde