Lula não fez nenhuma menção à aliança entre a ex-senadora Marina Silva e o governador de Pernambuco Eduardo Campos.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva procurou se manter distante dos jornalistas na manhã desta quinta-feira (10), durante sua participação na Terceira Conferência Global sobre o Trabalho Infantil, em Brasília. Acompanhado dos ministros Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Manoel Dias (Trabalho) e Luiz Alberto Figueiredo (Relações Internacionais), Lula criticou a cobertura da imprensa sobre o programa Bolsa-Família e não fez, em 42 minutos de discurso, nenhuma menção à aliança entre a ex-senadora Marina Silva e o governador de Pernambuco Eduardo Campos, possível candidato do PSB à sucessão presidencial em 2014. “Muitas vezes as coisas secundárias são tratadas de forma sensacionalista”, disse no início do discurso.

O evento foi realizado em um hotel próximo ao Palácio do Alvorada, residência oficial da presidente Dilma Rousseff. Lula entrou e saiu pela garagem e, ao ver os jornalistas, disse sem dar chances para perguntas: “Eu já falei bastante, publica o que eu disse”. (Agencia Estado)