lula

Foto: Divulgação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai ser ouvido pela Justiça Federal de Brasília como testemunha do lobista Alexandre Paes dos Santos. De acordo com a Folha de S. Paulo, o depoimento autorizado pelo juiz Vallisney Oliveira está marcado para o próximo dia 25. O ‘APS’ é um dos presos na Operação Zelotes. Também serão ouvidos o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira, e o ex-ministro Gilberto Carvalho. O lobista é acusado de envolvimento na venda de medidas provisórias em benefício do setor automotivo. A operação investiga ainda um esquema de pagamento de propina a integrantes do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), órgão ligado ao Ministério da Fazenda responsável por julgar recursos a multas aplicadas pela Receita Federal. Um dos alvos da Operação Zelotes é o empresário Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula. “Meu cliente é acusado de cinco crimes, entre eels a suposta compra e venda de MPs. O filho do ex-presidente é apontado como beneficiário. Então, quero, sim, que sejam ouvidos o presidente Lula, o ex-ministro Gilberto Carvalho e líderes partidários que participaram das votações das MPs”, explicou Marcelo Leal, advogado do lobista. Ao todo, ‘APS’ requereu o depoimento de 69 testemunhas, mas o juiz só o autorizou 12, entre eles o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA). O juiz Vallisney Oliveira disse que as 12 testemunhas “seria um número razoável para que o réu possa exercer plenamente sua defesa”.