rs_lula_renan09032016_05

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai acompanhar das galerias do Senado Federal o depoimento da presidente afastada Dilma Rousseff, durante o julgamento do processo de impeachment, na próxima segunda-feira (29). A informação foi dada pelos senadores Humberto Costa (PT-PE), Paulo Rocha (PT-PA) e Renan Calheiros (PMDB-AL). De acordo com o G1, Rocha disse que, inicialmente, os convidados da presidente afastada e do presidente em exercício, Michel Temer, assistiriam ao depoimento nas poltronas situadas nas laterais do plenário, mas o próprio Lula pediu para acompanhar da galeria. Ele deve chegar a Brasília no domingo (28). Na sessão de interrogatório, Dilma deve ser acompanhada dos ex-ministros Aloizio Mercadante (Educação), Jaques Wagner (Casa Civil), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral), Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), Eugênio Aragão (Justiça) e Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia; Defesa; e Esporte). Os ex-assessores especiais de Dilma Giles Azevedo e Sandra Brandão também a acompanharão.