1472140962DHRMSaLEXANRA25082016

Alexandra está foragida desde o dia 16 de agosto | Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Uma mulher identificada como Alexandra Moura da Silva, de 26 anos, está sendo procurada pela polícia, depois de identificada como mandante do assassinato do próprio filho, ocorrido em 7 de janeiro de 2015, em Camaçari, na região metropolitana de Salvador. De acordo com a Polícia Civil, Carlos Henrique Moura, de 7 anos, foi encontrado em um córrego do município, dois dias após seu desaparecimento. Conforme a polícia, a criança foi morta por José Nilton Pereira da Silva, 35, que já está preso. Segundo a titular da Delegacia Homicídios de Camaçari (DH/RMS), delegada Maria Tereza, Nilton, que tinha um relacionamento com a avó da vítima, já era suspeito do crime quando foi preso em flagrante por tráfico de drogas, em 8 de agosto. Na delegacia, ao ser interrogado, confessou que afogou o menino, após a mãe do garoto ter prometido ter relações sexuais com ele por uma noite. Ainda de acordo com Nilton, Alexandra tinha medo que o menino contasse para a avó paterna que ela tinha planos de participar de um assalto a banco e que vendia drogas. Era a avó que cuidava da criança. Ainda de acordo com a polícia, também existe a suspeita de que a mãe estaria usando o menino para levar e trazer drogas. Alexandra está foragida desde o dia 16 de agosto, quando foi decretada a sua prisão temporária.

Redação Notícias de Santaluz