Share Button

Por g1 BA

Foto: Divulgação/Sesab

Entre 95% e 98% dos internados por Covid-19 na Bahia são pessoas que não tomaram as vacinas contra a doença, ou não completaram o esquema de imunização com a segunda dose. O dado é da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

“Os indicadores nos mostram que em torno de apenas 2 a 5% dos internados são pessoas vacinadas, ou seja, as pessoas que estão precisando ser encaminhadas para uma internação, ou por ventura evoluem para óbito, é de pessoas não vacinadas, ou sem o esquema vacinal completo, sem as duas doses: tomou uma e não voltou para tomar a segunda. Isso é um ponto que nos preocupa bastante”, explica o coordenador estadual de imunização e vigilância das doenças imunopreveníveis e mestre em Saúde Coletiva, Ramon Saavedra.

Em todo o estado, cerca de 10,7 milhões de pessoas já tomaram a primeira dose, enquanto mais de 7,8 milhões retornaram aos pontos de vacinação para tomar a segunda dose. Nos casos das doses únicas, a Bahia já aplicou mais de 259 mil vacinas.

A secretaria detalhou que região do estado com o maior número de vacinados é a Leste, onde fica Salvador, e a com menor percentual é o extremo sul. Ramon chamou a atenção para as diferenças na cobertura vacinal.

“A gente tem uma preocupação para que a gente tenha uma uniformidade no avanço da cobertura vacinal. Não basta termos uma cobertura vacinal alta, a Bahia como um todo ter uma alta cobertura vacinal, não. A gente tem que ter uma cobertura vacinal alta e também homogênea”.

“Não adianta uma cidade, uma região da Bahia, bater 90% de cobertura vacinal – estou trazendo um número hipotético – e a gente ter uma outra região com 50%. A gente vai chegar em uma média ali satisfatória, mas não vai ser um resultado heterogêneo e isso coloca em risco a população”.