RTEmagicC_ApreensaoCarnaval.jpg

Além de cervejas de marcas não autorizadas, foram apreendidos refrigeradores, fogões e barracas de camping | Foto: Gabriel Lima/ Agecom

Mais de um milhão de cervejas foram apreendidas pelos fiscais da prefeitura durante o Carnaval de Salvador. O número é mais do que o dobro recolhido na festa do ano passado, quando a gestão municipal fechou contrato de exlusividade com duas cervejarias para comercialização dos produtos nos circuitos oficiais da folia. Em 2014, foram retiradas de circulação um total de  350 mil unidades em todo o evento. Somente em uma única operação, na sexta feira (13), os agentes da Sucom apreenderam cerca de 450 mil latas de cerveja, em um depósito no Politeama. Foram necessários dez caminhões para transportar a mercadoria para o depósito da Prefeitura. Todo o material recolhido, incluindo refrigeradores, só poderá ser retirado após o Carnaval, mediante pagamento das respectivas multas. O prazo máximo para retirada é de 60 dias, a contar da data em que foi emitido o auto de apreensão. Segundo o Correio24horas, caso não sejam retiradas dentro do prazo estipulado, as bebidas alcoólicas serão descartadas. Os líquidos que não possuem álcool na composição, caso ainda não tenham sido refrigerados, serão doados a instituições de caridade. Freezers e geladeiras podem ser doados, leiloados ou incorporados ao município, conforme a Lei 8459/13.