Do G1 Rio
vila-atletas

Caso foi o segundo registrado na Vila Olímpica em menos de uma semana | Foto: Reprodução/ O Globo

O pugilista Jonas Junius, atleta da Namíbia de 22 anos, foi preso suspeito de estuprar uma camareira na Vila dos Atletas, na Zona Oeste do Rio. O caso ocorre menos de uma semana após um marroquino ser preso suspeito do mesmo crime também na Vila Olímpica. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (8). O africano, segundo a camareira, teria tentado agarrá-la e beijá-la. De acordo com a denúncia, ele ofereceu dinheiro para que a vítima tivesse relações sexuais com ele. Ela saiu correndo e procurou a polícia. Junius foi detido e levado para a 42ª DP (Recreio). Até o fim do dia, ele deve ser levado para o Complexo Penitenciário de Bangu. A menos que consiga um habeas corpus, o africano está fora da luta que teria no dia 11, contra o francês Hassan Anzille. Segundo o Código Penal, o crime de estupro se configura se o autor forçar a vítima a ter conjunção carnal, praticar ato libidinoso (qualquer um que vise prazer sexual) ou obrigar a vítima a permitir que se pratique ato libidinoso com ela. Portanto, qualquer ato com sentido sexual praticado sem consentimento é considerado estupro.