Share Button

Por Folha de S.Paulo

Foto: Freepik

O infectologista e membro do Centro de Contingência do Coronavírus do Estado de São Paulo Marcos Boulos acredita que o Brasil chegará à marca de 500 mil mortos por Covid-19 em breve. “Os mais otimistas falam em agosto, os pessimistas acreditam que em junho já teremos essa quantidade de óbitos”, afirma. Segundo ele, o ritmo de vacinação deve impactar a curva de mortes a partir de maio, mas a esperada imunidade de rebanho deve ser alcançada somente após outubro. Boulos continua defendendo medidas mais restritivas e diz que governos federal e estaduais estão errando. “Países que conseguiram reverter a curva de mortes, como Portugal e Reino Unido, fecharam por pelo menos um mês. Aqui, o presidente não quer nem saber disso, e os estados também estão na contramão do controle da epidemia”, diz ele.