Médicos do Samu de Feira de Santana ameaçam assinar pedido de demissão coletiva | Foto: Divulgação

Um pedido de demissão coletiva deve ser assinado pelos médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Feira de Santana, até sábado (25), de acordo com nota publicada pelo Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed). Segundo a nota, os profissionais reclamam de estrutura precária e salários defasados há mais de quatro anos, além da realização de processo seletivo ilegal, que está sendo conduzido pela prefeitura. De acordo com a nota do Sindimed, caso os gestores não apresentem propostas concretas e direcionadas a todas as falhas apontadas pela equipe, até sábado, todos os médicos do Samu de Feira de Santana entregarão os cargos em um processo de demissão coletiva, como demonstração de insatisfação.

Redação Notícias de Santaluz