Share Button
O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil

Em reunião convocada às pressas com a cúpula do Congresso, ministros e parlamentares, o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) disse, na noite desta quarta-feira, que a pasta trabalha com o cenário de “transmissão sustentada” do coronavírus na próxima semana. “Nenhuma das pessoas do mundo tem imunidade prévia contra esse vírus. Estamos numa semana em que, na semana que vem, a gente já trabalha com o conceito de transmissão sustentada e a gente já começa com pequenos surtos, pequenos inícios de redemoinho”, disse Mandetta, segundo O Globo. A transmissão sustentada acontece quando não é mais possível rastrear onde o infectado foi contaminado, como atualmente é feito com os recém-chegados de países com registros de casos e pessoas com as quais elas tiveram contato. No encontro, Mandetta demonstrou especial preocupação com São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. “O Rio é uma cidade que aqueles que são parlamentares de lá sabem que é uma cidade de complicadíssimo cenário urbanístico. Nós temos uma quantidade enorme de pessoas em áreas de exclusão social, temos uma rede de saúde mais frágil. São Paulo tem mais musculatura, mas ambas sofrerão muito. A (capital) de Minas também”.