Do G1 BA
idosomontesanto

Foto: Reprodução/TV Bahia

O idoso de 75 anos que escapou de um assalto após encarar bandidos dentro de uma lotérica no centro da cidade de Monte Santo, a cerca de 350 quilômetros de Salvador, disse ao G1, nesta quinta-feira (19), que achou que a ação dos criminosos fosse uma brincadeira. Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram a chegada de dois homens armados e o momento em que o aponsentado ignora o assalto e sai tranquilamente do local. Após ação, um dos suspeitos morreu e outro foi baleado em confronto com a políca. “Achei que era uma brincadeira dos moleques aqui da rua, porque eles [os assaltantes] estavam encapuzados e aparentavam ser bastante jovens. Quando os dois chegaram eu estava saindo do local e um deles apontou a arma para a minha cara, mas eu nem liguei. Não tive medo. Achei que as armas fossem de brinqueado porque eles não fizeram nada comigo. Como a saída da lotérica é bastante apertada, coloquei a mão na frente e pedi licença pra eu passar e ir embora”, disse o idoso, que preferiu não ser identificado.

O aposentado afirmou que foi até o local para comprar um remédio numa farmácia que funciona no mesmo corredor da lotérica. “Para chegar até a farmárcia, tem que passar pela lotérica. Como fica perto de casa, eu fui sozinho. Graças a Deus eles deixaram eu sair sossegado, porque também se fossem me assaltar não iriam encontrar muito dinheiro, porque eu estava apenas com alguns trocados”, afirmou. O idoso contou, ainda, que só se deu conta de que estava ocorrendo um assalto no local quando saiu do estabelecimento e escutou tiros. “Só percebi o assalto depois, quando cheguei perto de casa e escutei a zoada dos disparos, mas também não fiquei com medo porque não estava mais lá, né? A minha filha viu o vídeo do assalto depois e me chamou de maluco quando viu a minha reação”, relatou.

A filha do aponsetado também conversou com o G1 e disse que o idoso sempre foi bastante calmo e corajoso, mas afirma ter se surpreendido com a reção do pai diante do assalto. “Eu vi o vídeo e, pelas imagens, ele realmente não ficou com medo na hora, não se assustou. Depois, eu até perguntei para ele como ele não percebeu que aquilo se tratava de um assalto, diante das circunstâncias. Ele é bastante tranquilo, mas foi realmente algo inesperado. Deus livrou a vida dele”, disse a mulher, que também não quis se identificar.