Share Button

Por France Presse

Imagem ilustrativa de um pastor alemão | Foto: Pixabay

Imagem ilustrativa de um pastor alemão | Foto: Pixabay

O primeiro cachorro a testar positivo para coronavírus nos Estados Unidos morreu, segundo relato da revista National Geographic na semana passada. Ele sofreu com sintomas comuns nos pacientes humanos da Covid-19. Buddy, um pastor alemão de sete anos, ficou doente em abril, na mesma época em que seu dono Robert Mahoney estava se recuperando da doença. O animal parecia ter o nariz entupido e dificuldades para respirar e sua situação apenas piorou com o passar das semanas e meses. Mahoney e sua esposa Allison, que vivem em Nova York, acabaram sacrificando o cão em 11 de julho, depois que ele começou a vomitar coágulos de sangue, urinar sangue e já não conseguia mais andar. Uma clínica confirmou que o animal havia sido infectado com o novo coronavírus. Os veterinários mais tarde verificaram também que Buddy provavelmente sofria de linfoma, o que levanta o questionamento sobre se, assim como humanos, animais com doenças preexistentes podem ser mais suscetíveis a formas graves da Covid-19. Doze cachorros e dez gatos tiveram resultado positivo para coronavírus nos EUA, de acordo com a National Geographic.