xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.bipa9J-9nb

Foto: Filipe Matoso / G1

O Ministério Público Federal (MPF) pedirá à Justiça que executivos das empreiteiras Camargo Corrêa e UTC paguem uma indenização de cerca de R$ 450 milhões por conta de fraudes em contrato da Petrobras. A estimativa é que a estatal tenha sofrido o prejuízo de R$ 11 bilhões. A acusação da Procuradoria da República no Paraná ainda solicitará a condenação de diretores das empresas presos na sétima fase da Operação Lava Jato, do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef, entre outros citados. Segundo a Folha de S. Paulo, os procuradores estão em atividades até a madrugada desta quinta-feira (11) para preparar as acusações formais a ser apresentadas ao juiz federal Sergio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal do Paraná.  Caso seja dado início ao processo criminal, os suspeitos passarão à condição de réus.