Share Button

Por TV Globo

Foto: PCDF/Divulgação

Foto: PCDF/Divulgação

Uma mulher de 40 anos foi presa, neste domingo (30), após agredir a filha de 8 anos e, depois, dirigir embriagada até a delegacia, no Guará (DF). De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, o teste do bafômetro atestou a ingestão de bebidas alcoólicas. O delegado João Ataliba, da 4ª Delegacia de Polícia (Guará), informou que a mulher discutiu com as duas filhas, de 14 e 8 anos. Durante a briga, ela agrediu a caçula com um “forte tapa, deixando a marca das mãos nas costas [da criança]”. Com a situação, a adolescente saiu de casa e, por isso, a suspeita foi até a delegacia registrar o suposto desaparecimento da menina. Na unidade, os policiais de plantão perceberam os sinais de alcoolemia da mulher e a detiveram, em flagrante, por embriaguez ao volante. A suspeita foi liberada após pagar fiança de R$ 350. A criança passou por exames médicos, e caso o laudo de corpo de delito ateste a lesão corporal, a mãe pode responder por violência doméstica, que resulta em pena de até três anos de reclusão, além de embriaguez ao volante e vias de fato.