'Não sou chegado em rabo peludo', diz Bolsonaro ao aceitar convite de festival gay

Conhecido por declarações consideradas homofóbicas, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) aceitou o convite para participar de um debate durante a 21ª edição do festival de cinema Mix Brasil, assim como o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o pastor Marco Feliciano. “Seria bom mesmo uma mesa para debater sobre família. Até convenceria muitas pessoas de que estão no caminho errado, mas quero é mudar essa gana deles para estimular meninos a virarem gays”, afirmou. No entanto, ao declarar que não assistiria a nenhum filme do evento, que ocorrerá em novembro nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, o parlamentar voltou a causar polêmica. “Não sou chegado em rabo cabeludo. Pode escrever isso. Não vou assistir a nenhum filme gay. Se for para isso que estão me chamando, estão de brincadeira”, disse. “Se abominamos o preconceito, a intolerância e a discriminação de qualquer gênero, o Mix Brasil não pode reservar-se ao direito de ser preconceituoso, intolerante e discriminador com o senhor”, diz o texto do convite feito a Bolsonaro por meio de um anúncio. Informações da Folha.