Promotor relatou a situação no Facebook

Após o assalto ao coronel Alfredo Castro, comandante da Polícia Militar da Bahia, o promotor de Justiça Aurisvaldo Sampaio também foi vítima da insegurança em Salvador. Ele relatou em seu perfil no Facebook, na madrugada desta quinta-feira (7), que teve um celular e um relógio roubados. 

“Amigos, comunico que estou momentaneamente sem telefone celular. É que acabo de ingressar nas estatísticas da violência: fui assaltado. Entretanto, tranquilizo a todos, o dano maior foi na minha dignidade. No mais, apenas se perdeu um celular e um relógio”, publicou o promotor do Ministério Público da Bahia sem especificar onde ocorreu o assalto nem as circunstâncias. 

Amigos do promotor deixaram mensagens de apoio na rede social. Em resposta a um deles, Aurisvaldo deu a entender que o ladrão apontou uma arma contra a sua cabeça. Com informações do Correio24h.