Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

O vice-governador da Bahia, João Leão (PP), voltou a enfatizar a disposição da legenda para assumir a cabeça de chapa na disputa pela sucessão de Rui Costa (PT).

Em entrevista ao programa Isso é Bahia, ele utilizou como metáfora o instrumento musical teodolito para comentar a aliança entre PP, PT e PSD. De acordo com Leão, as discussões têm ocorrido, no entanto, a manutenção da aliança é um objetivo essencial.

“Nós temos o tripé. A política da Bahia do nosso lado representa como se fosse um teodolito, aquele instrumento que você olha e vê longe. Ele tem três pés. Um é o PT, outro é o PSD e outro é o PP. Se nós tirarmos um dos pés, obviamente o teodolito cai e não funciona. Nós queremos manter esse grupo unido, porém com uma oportunidade aos outros partidos aliados, o PSD e o PP. Não pode ser exclusivamente PT”, disse nesta quarta-feira (21).

Para Leão, assim como seus “companheiros” fazem questão de repetir sempre: “Chegou a sua vez, Leão”. “Temos quadros valorosos tanto no PSD quanto PP e precisamos realmente ter oportunidade”, pontuou.

“Esse grupo unido é muito forte, imbatível. Nós do Partido Progressista não queremos deixar que esta corda se parta. Agora, companheiro, não pode ser tudo um saco só.”