Pai e filho são acusados de liderar organização criminosa que sonegou cerca de R$ 45 milhões aos cofres públicos | Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) realizou, em parceria com a Secretaria de Segurança Pública e Ministério Público, nesta terça-feira (3), em Barreiras, na região Oeste da Bahia, a operação Grãos do Oeste, que desarticulou um esquema de sonegação fiscal e falsidade ideológica, responsável por causar um prejuízo de R$ 45 milhões aos cofres públicos. Foram cumpridos até o momento dois mandados de prisão, de Marcos dos Santos Veloso e Thiago Felipe Alves Veloso, pai e filho, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, e os presos serão levados para Barreiras. O grupo atuava através de empresas fraudulentas, estruturadas em um esquema de falsidade ideológica, formação de quadrilha e sonegação fiscal, falsificando notas fiscais em nome de empresas de terceiros. O esquema envolvia, ainda, a prática de fraude eletrônica, com o uso de crackers para violar contas de clientes do Banco do Brasil, cujo dinheiro era desviado para transferências bancárias, pagamento de boletos, quitação de tributos e emissão de DOC/TED. Com informações do Bocão News.