Intitulado como o maior protesto da história do Brasil ou Operação Sete de Setembro, um ato é organizado pelas redes sociais para o próximo sábado (7), data de comemoração da Independência do Brasil. Até a manhã desta segunda-feira (2), cerca de 370 mil pessoas haviam confirmado presença. Na página do evento no Facebook, são exibidos links para as manifestações locais. Na página referente à capital baiana, aproximadamente 8,6 mil pessoas confirmaram participação. Entre os itens da pauta de reivindicações, estão a prisão dos mensaleiros, a aprovação imediata da lei de combate à corrupção, a redução de deputados e representantes, a reforma tributária e o fim do voto obrigatório. “Qualquer ato fascista ou conclamando um golpe militar, que disfarçadamente é chamado de intervenção militar, não faz parte da Operação Sete De Setembro. A Operação não é de esquerda, direita ou centro, não tem partidos, não tem bandeiras, não tem siglas e possui uma pauta bem definida”, diz trecho de texto publicado. (BN)