Share Button

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal, em ação conjunta com a Controladoria Geral da União, deflagrou na manhã desta sexta-feira (11), em Candeias, na região metropolitana de Salvador, uma operação para investigar desvio de verbas públicas federais destinadas ao enfrentamento da Covid-19 envolvendo a compra de oito respiradores.

Segundo a PF, foram identificados fortes indícios de fraudes no procedimento de dispensa de licitação para a aquisição dos equipamentos. A Polícia Federal detalhou que cada respirador custou R$ 175 mil aos cofres municipais, tendo sido gasto R$ 1,4 milhão.

Conforme a polícia, esses valores são incompatíveis com os preços de mercado, com diferença de mais de R$ 100 mil por equipamento. Além disso, conforme a PF, a empresa contratada não tem relação com o objeto contratado, já que atua no “comércio por atacado de automóveis, camionetas e utilitários novos e usados”.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, sendo três em Candeias, um em São Sebastião do Passé e um em Lauro de Freitas, também na região metropolitana da capital, dois em São Paulo (SP) e um em Espírito Santo do Pinhal (SP).

Os investigados responderão pelos crimes de fraude à licitação e peculato – que é o desvio de dinheiro público para aproveitamento próprio.

Notícias de Santaluz