Share Button

Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram na manhã desta terça-feira (17), vinte mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva nas cidades baianas de Guanambi, Luís Eduardo Magalhães e Palmas do Monte Alto, durante uma operação de combate ao contrabando de cigarros. A Justiça Federal determinou ainda o bloqueio de contas bancárias e o sequestro de bens dos investigados, no valor de até R$ 42,178 milhões. Segundo a PF, o grupo, sediado em Guanambi, é especializado na importação, transporte e distribuição de cigarros paraguaios na região sudoeste da Bahia. A Polícia Federal detalhou que durante o período investigado, que teve início em agosto de 2020, o grupo movimentou mais de R$ 160 milhões em contas bancárias de pessoas vinculadas à quadrilha. A PF informou que os envolvidos vão responder pelos crimes de contrabando de cigarros, associação criminosa e sonegação fiscal.

Notícias de Santaluz