apreensao-cigano_03

Material foi encontrado na residência do cigano Eliélson Pires de Carvalho, o “Batata”, em Euclides da Cunha | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um total de R$ 7,5 milhões em notas promissórias e cheques, uma pistola 9 mm, munições, sete carregadores, dois coldres, um colete balístico e documentos diversos foram encontrados, nesta sexta-feira (10), na residência do cigano Eliélson Pires de Carvalho, o “Batata”, em Euclides da Cunha. De acordo com a polícia, a ação foi resultado de uma operação da delegacia territorial local, que cumpriu mandado de busca e apreensão, em conjunto com a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Caatinga) e Ministério Público. Investigado há dois meses por agiotagem, o cigano ainda não foi localizado. O delegado Paulo Jason Falcão, titular da delegacia de Euclides da Cunha, instaurou inquérito para apurar a origem do armamento. “Também vamos solicitar à Justiça o mandado de prisão para Batata, informou o delegado. As promissórias, cheques e documentos foram encaminhados ao Ministério Público.

Redação Notícias de Santaluz