WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Max Santa Luzia


Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

Gil Lingerie e Confecções


Policial militar lotado em Tucano morre após acidente entre carro e carreta na BR-116, em Serrinha

ddfe7c2e-668a-4be4-b8c4-85b11b412f39

Soldado da PM estava indo trabalhar em Tucano quando se envolveu em acidente com carreta, na saída de Serrinha | Foto: Leitor do Notícias de Santaluz

O soldado da Polícia Militar Antônio Pedreira da Cruz Neto, 29 anos, natural de Biritinga, morreu em um grave acidente na BR-116, em Serrinha, na manhã deste domingo (31), por volta das 6h40. Segundo testemunhas, ele seguia em um veículo Pálio, de cor branca, de Serrinha com sentido a Tucano, onde iria trabalhar neste domingo, quando colidiu com uma carreta. O policial foi arremessado na pista após o carro capotar e morreu no local. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica em Feira de Santana. Ainda de acordo com testemunhas, um passageiro que viajava com o policial foi encaminhado em estado grave para um hospital de Serrinha. Com o forte impacto, a carreta tombou fora da estrada.

c00316b0-4b4c-4676-b686-3ebafa353fab

Com o forte impacto, carreta também tombou fora da pista | Foto: Leitor do Notícias de Santaluz

Não há informações sobre o condutor. Até a publicação desta reportagem, as causas do acidente ainda eram desconhecidas. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e esteve no local. O soldado PM Antônio Neto ingressou na corporação em 2008. Ele atualmente trabalhava na 2ª Companhia Destacada da PM em Tucano, pertencente ao Quinto Batalhão da Polícia Militar, sediado em Euclides da Cunha. Antônio Neto era filho do tenente-coronel PM Antônio Pedreira da Cruz Junior, ex-sub-comandante do 16º BPM, sediado em Serrinha, e atual comandante da 29ª CIPM em Seabra, na região da Chapada Diamantina. 

Redação Notícias de Santaluz

1 resposta para “Policial militar lotado em Tucano morre após acidente entre carro e carreta na BR-116, em Serrinha”

  • JOSE PLINIO DE OLIVEIRA disse:

    Em meu nome e em nome de minha família, queremos manifestar as nossas condolências à família Pedreira da Cruz, enlutada em face deste lamentável episódio. Deus console os corações dos seus fmiliares, colegas de farda e amigos. Eu que sou natural da Fazenda Gameleiro no município de Biritinga, descente dos Praxedes, também fui policial militar no Rio de Janeiro e estive na iminência da morte trágica por diversas vezes, presumo a dor que a família do jovem falecido policial militar está sofrendo em consequência desse trágico acidente. Há menos de um mês faleceu de morte natural em Biritinga meu irmão Antonio Jairo de Oliveira – Jairo Praxedes – como era mais conhecido. Na ocasião contamos com a elevada solidariedade cristã do nosso Povo.

    José Plínio de Oliveira e Família

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia