Por g1 BA

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou nesta segunda-feira (29) o cancelamento do Festival Virada, para celebrar o réveillon de 2022. O gestor aproveitou para destacar que a decisão sobre a realização do carnaval ainda não foi tomada, e será divulgada junto com o governo do estado. O gestor destacou que embasou a decisão nos dados relacionados à pandemia, como: a ocupação de leitos, números de óbitos e internações, além do avanço da vacinação na capital baiana. “Hoje, Salvador tem 99% da população acima dos 12 anos vacinada em 1ª dose, e 81% da mesma faixa com a 2ª dose. Estamos vacinando pessoas do interior, sem exigir que o cartão do SUS seja de Salvador, e que as pessoas tenham o nome na lista. Também já estamos vacinando todos acima de 18 anos, com a terceira dose, a partir dos cinco meses da data da 2ª aplicação”. “Os números de óbitos e internações só fazem cair na nossa cidade. Só que, em um cenário de incertezas e dúvidas, não há como realizar Festival Virada, que é um evento para mais de 250 mil pessoas”. Bruno também informou que o cancelamento do réveillon de Salvador – pelo segundo ano consecutivo – foi adiantado porque é uma decisão que depende exclusivamente da prefeitura, diferentemente do carnaval. “Nós não realizaremos, acima de tudo, diante do que estamos vendo. Ainda não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui. Colocamos a vida em primeiro lugar e seguiremos dessa forma”.