Presídio-Regional-de-Feira-de-Santana-4

Grupo visitou Feira de Santana | Foto: Carlos Augusto/Jornal Grande Bahia

O presidente da  Comissão Especial de Sistema Prisional e Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Bahia, Marcos Luiz Alves de Melo, disse que o número de detentos reincidentes no presídio de Feira de Santana é “assustador”. Segundo o Bahia Notícias, durante visita realizada nesta quinta-feira (30) à penitenciária do município, foram detectados alguns equívocos que, de acordo com Melo, devem ser denunciados. O presidente da comissão disse que a recepção dos detentos ao grupo foi “ótima”. Ele afirmou que o principal problema levantado pelos presos é a morosidade da Justiça no julgamento dos processos. Além disso, faltam também cursos profissionalizantes e empresas que capacitem os detentos, o que poderia diminuir o número de reincidentes. Segundo o Bahia Notícias, Marcos Luiz informou que a porcentagem de presos que voltam às penitenciárias chega a 40% em Feira de Santana e que essa é a principal causa de superlotação dos presídios. “Sem esses [reincidentes] o número de vagas seria suficiente. A quantidade que volta é quase o número de pessoas que entra pela primeira vez”, defendeu. A próxima cidade a ser visitada pela comissão será Serrinha.