A Câmara dos Deputados abriu processo de cassação do mandato de Natan Donadon (PMDB-RO) Foto: Leonardo Prado / Agência Câmara

A Câmara dos Deputados abriu processo de cassação do mandato de Natan Donadon (PMDB-RO)

O diretório regional do PMDB de Rondônia expulsou o deputado federal Natan Donadon de seus quadros nesta quinta-feira. A informação foi confirmada pela assessoria do partido. Condenado à prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por peculato e formação de quadrilha, Donadon é procurado pela Polícia Federal (PF) e pode ser preso a qualquer momento.

Na quarta-feira, depois de expedido mandado de prisão contra o parlamentar, a defesa de Donadon fez um acordo com a Polícia Federal para que ele se apresentasse espontaneamente até as 12h desta quinta-feira. O acordo, entretanto, foi descumprido.

Agentes da PF continuam à procura do deputado. Na noite de quarta-feira, os agentes estiveram no apartamento funcional do parlamentar, mas não o encontraram.

Donadon, segundo sua assessoria, está em Brasília. O deputado foi condenado em outubro de 2010 pelo Supremo a 13 anos, quatro meses e 10 dias de prisão por peculato e formação de quadrilha. Na quarta-feira, a Corte rejeitou o último recurso do parlamentar para evitar o cumprimento da condenação e a ministra Cármen Lúcia expediu o mandado de prisão. (Portal Terra)