O professor da Universidade Federal de Alagoas, em Arapiraca, Fábio Augusto Antea Rotilli, de 33 anos, foi preso nesta quarta-feira, 18, após atropelar e matar sua mãe, Aldea Moreira Antea, de 61 anos, na BR 316, em Satuba.

Uma briga entre os dois teria motivado o crime. Segundo informações, Áldea morava na cidade de Maringá, no Paraná, e estava de passagem em Alagoas. Ela havia discutido com filho antes da tragédia.

Conforme o relatório do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), Fábio estava com uma amiga dentro do carro do filho. Elas foram obrigadas a descer do veículo, um New Beetle, de cor preta e placas NLV 2333.

Fábio disse para a polícia, que mandou sua mãe descer do carro e depois passou por cima dela por várias vezes. A amiga de Fábio – que não teve seu nome divulgado – testemunhou o crime. A mãe do professor morreu no local.

O professor foi detido pela Polícia Rodoviária Federal e conduzido para Central de Flagrantes, no bairro Farol, em Maceió. Fábio foi autuado e vai responder na justiça por crime violento letal e intencional contra a pessoa. (Primeira Edição)