professores_1476737709

Fotos: MonteSanto.Net

Nesta segunda-feira (17) a Prefeitura Municipal de Monte Santo, no Território do Sisal, foi ocupada mais uma vez por professores e outros servidores públicos da Rede Municipal. Desde a primeira “manifestação” realizada no dia 13 de outubro a situação só vem se agravando diante da resistência do Poder Público Municipal.

Com a não aceitação pelos professores da “proposta” do Município, que não inclui o pagamento das vantagens que agregam os salários, como vinham sendo feitos, ainda mais porque não há qualquer sinalização de que os motoristas do transporte escolar serão pagos, muito menos dos que transportam água potável para abastecimento das escolas rurais, compromisso de pagamento e permanência dos estagiários do IEL, os servidores agora também de outras categorias foram aderindo à causa e no início da tarde já eram centenas que ocupavam o prédio da Prefeitura Municipal. 

Segundo a APLB-Sindicato, nesta terça-feira, 18, o prefeito municipal que foi intimado, deverá comparecer à sala da Promotoria Pública do Fórum local, para prestar esclarecimentos sobre os fatos e a real situação do Município diante das reivindicações dos servidores, ainda sem pagamento do mês de setembro, havendo alguns que encontram-se com salários atrasados de até quatro meses, sem qualquer explicação plausível.

Informações do site MonteSanto.Net