Com informações da Agência Brasil
i275271

Foto: Ilustrativa

Em uma moção de repúdio divulgada hoje (3), promotores de Justiça de todo o país alegam “aumento significativo” no número de casos de exploração sexual de crianças no Brasil. Eles destacam que as denúncias de crimes dessa natureza recebidas pelo Disque 100 aumentaram durante o período da Copa do Mundo (12 de junho a 13 de julho). O número saltou de 524 em 2013 para 740 este ano. A moção, apresentada durante encontro de promotores em Brasília, diz que o país está longe do fim da erradicação da prática do crime de estupro de vulnerável, com favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou de vulnerável. A Secretaria de Direitos Humanos (SDH) esclareceu que o aumento do número de denúncias pelo Disque 100, não significa, necessariamente, a ocorrência de mais casos de abuso. Mesmo assim, os promotores pretendem organizar encontros nacionais voltados para o tema, além de criar grupos de trabalho para discutir as diversas violações dos direitos das crianças e adolescentes e debater posicionamentos em relação a projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional, entre outras questões.